Mensagens

A mostrar mensagens de Março, 2015

Página com tempo médio de visita de 0 segundos?

Imagem
De certeza que já te aconteceu olhares para a tua conta do Google Analytics e reparares que determinada página está com tempo médio de visita igual a 0 segundos.

Isso acontece porque se tratam de visitas que começam e terminam nessa mesma página. Imagina o cenário do utilizador A, que chega a uma página, lê o conteúdo, e sai. Nesse momento, a Google contabiliza uma visita mas como o utilizador não vai para outra página do teu site diz que o tempo da visita foi de 0 segundos e contabiliza um bounce.

Em princípio, todas as páginas que têm visitação e média de tempo de visita igual a 0 são páginas com o bounce rate igual a 100%. Isto acontece porque um bounce é uma visita que começa e acaba na mesma página.
Porque razão isto acontece? Este tipo de comportamente acontece porque a landing page não mostra ao utilizador qual o passo a seguir. Se a página não tem links para outro conteúdo dento do site, como artigos relacionados, filtro por categoria, últimos artigos, pesquisa, o utilizador …

Como colocar vídeos do Facebook no teu site?

Imagem
Nos últimos tempos, muito por causa do problema relacionado com os previews dos vídeos do Youtube no Facebook, muita gente começou a colocar os vídeos diretamente na rede Social.

Para as pessoas que gostam de colocar vídeos no seu site e que estavam habituadas a ir ao Youtube buscar o código para fazer o embed do vídeo numa página, isto foram más noticias, principalmente porque até há bem pouco tempo isso não era possível.

Mas agora já é!
Como colocares vídeos do Facebook no teu site Junto ao post onde está o vídeo, clica no canto superior direito:




Seleciona a opção “More Options” e depois “Embed Vídeo”. As legendas poderão ser diferentes se tiveres selecionada outra língua que não o Inglês:



Copia o código e coloca-o diretamente no código HTML do teu site, ou então num dos posts do teu blog/site:


Principais problemas que poderás encontrar com a integração destes vídeos O principal problema dos vídeos do Facebook é que, para a versão desktop, ainda utilizam a tecnologia Flash, uma tec…

O que é a Periscope?

Imagem
Outro dia falei-te de uma aplicação incrível chamada Meerkat, uma aplicação intimamente ligada ao Twitter que permite fazer streaming a partir de dispositivos móveis clicando apenas num botão. Um link para esses vídeos é automaticamente partilhado no teu Twitter e todos os teus seguidores (e outros que pesquisem a tag #meerkat) podem ver o vídeo que estas a fazer.

Esta nova aplicação não é uma rotura com o conceito que acabei de descrever, acabando até por parecer mais do mesmo. A aplicação é muito idêntica ao Meerkat, sendo que neste caso é uma aplicação comprada pelo Twitter, enquanto a Meerkat é de terceiros. A principal diferença entre uma e outra, segundo li, está no facto da Periscope manter os vídeos disponíveis para visualização nas 24 horas seguintes a emissão, enquanto a Meerkat não, apenas permite ao utilizador gravar o ficheiro no final. É interessante também perceber que ambas têm apenas aplicação para IOS. A rapidez com que sejam disponibilizadas as aplicações para outr…

Google: resultados diferentes para a mesma pesquisa

Imagem
Já te aconteceu dizeres a alguém que para uma busca no Google estão a aparecer determinados resultados e do outro lado ouvires essa pessoa dizer que os resultados são bastante diferentes? Há uma razão para isso acontecer, trata-se de uma forma do Google te apresentar conteúdos de acordo com as preferências demonstradas.

Se tu, para determinada pesquisa, carregas sempre no quarto resultado, associado a determinado URL, o Google começa a aperceber-se que, no teu caso em concreto, esse site que está no quarto lugar é mais relevante do que o que está em primeiro para essa pesquisa. A partir desse momento, sempre que fazes uma pesquisa dessa keyword e enquanto não limpares os cookies do browser, o Google começa a dar relevância ao resultado que tens vindo a carregar, passando-o para terceiro, segundo ou até mesmo primeiro ligar.

Este tipo de adaptação que o Google faz é única e exclusivamente para o teu perfil e é por isso que outra pessoa que está a fazer a mesma pesquisa obtém resultado…

O que é o Meerkat?

Imagem
Nos últimos dias muito se tem falado desta aplicação nos sites noticiosos e redes sociais: a MeerkatApp. Esta aplicação é extraordinariamente simples e permite a qualquer pessoa com um Iphone ou Ipad, uma vez que neste momento está apenas disponível para IOS, fazer uma transmissão ao vivo do que a câmara está a captar.
Como funciona Basta instalar a aplicação através da App Store, clicar no botão stream e começar a partilhar com o mundo o que se está a ver. Ao começar a filmar, como a aplicação está intimamente ligado ao Twitter, no perfil do utilizador é lançado um tweet com a hashtag #meerkat a dizer que está a começar um evento ao vivo e com um link para esse vídeo.

A partir desse momento, qualquer pessoa pode clicar no link e ver ao vivo o que está a acontecer, podendo ainda comentar o vídeo enquanto o vê. Para quem faz a gravação, o vídeo fica disponível no fim para fazer upload para o Youtube, por exemplo, mas para os seguidores o vídeo não pode ser novamente visto, ou seja, nã…

Partilha no Facebook com elementos errados? É fácil corrigir.

Imagem
De certeza que já te aconteceu partilhares um artigo e aperceberes-te que a imagem que está a aparecer na partilha, o título ou o descritivo não estão corretos.

Nessa altura o que costumas fazer é ir à página do artigo alterar o elemento errado, seja alterando as Open Graph tags ou a própria personalização do link de partilha, para corrigir o problema e em princípio ficar tudo resolvido. O que acontece, porém, é que após nova partilha continua a aparecer o elemento errado, mesmo que já não esteja no site (o caso de uma imagem substituída, por exemplo).
Como resolver o problema A solução para resolver este problema é muito simples. Depois de teres tudo já devidamente corrigido do lado do site, basta ires à página de debug, colocares o url da página que pretendes partilhar no campo que aparece no topo da página e clicar em “Debug”. Depois disso, por baixo do campo onde introduziste o url, aparecerão dois novos botões. Deves carregar em “Fetch new scrape information”.

A partir desse mom…

Resultados de pesquisa Google: 100 resultados por página em vez de 10

Imagem
Normalmente, quando fazemos uma pesquisa no Google, costumam aparecer 10 resultados por página. Hoje, explico-te como podes aumentar facilmente esse número até 100.

Para poderes colocar a aparecer mais do que 10 resultados basta alterar o parâmetro “num” no url.

Vamos ver um exemplo para uma pesquisa pelas palavras-chave Marketing Digital no Google.pt:

Depois de colocares o termo a pesquisar e clicares para fazer a pesquisa, aparece no url algo do género:
https://www.google.pt/webhp?hl=en#hl=en-PT&q=marketing+digital

Para que apareçam mais resultados, basta alterares o url para:
https://www.google.pt/webhp?hl=en#hl=en-PT&q=marketing+digital&num=100

O número que coloquei é 100 mas podes substituir por qualquer número inferior (50, por exemplo).

Esta informação pode ser útil para analisarmos a concorrência para determinadas palavras-chave.

Posteriormente irei fazer um artigo sobre como podemos colocar esta informação num documento do Google Docs para que de forma automática p…

Métricas de publicidade em Marketing Digital: CPC, CPM, CPL e CPA

Imagem
Hoje vou falar de algumas unidades de custo usadas em Marketing Digital, nomeadamente as que estão intimamente relacionadas com publicidade digital, como é o caso da publicidade através do Google Adwords ou de outro tipo de publicidade paga.
O que é o CPC? O CPC (custo por clique) é o valor a pagar sempre que um utilizador dá um clique em determinado anúncio. É muito utilizado naquelas situações em que o objetivo passa por trazer um utilizador ao nosso site (landing page, preferencialmente). O Adwords, por defeito, funciona com o sistema CPC, em que é definido o gasto diário que pretendemos gastar e o CPC máximo que estamos dispostos a pagar.
O que é o CPM? O CPM (custo por milhar) é o custo por cada milhar de impressões ou visualização de anúncio. Normalmente é utilizado em blogs e sites com grande números de impressões de páginas por dia.

A forma de considerar uma impressão varia de vendedor de publicidade para vendedor de publicidade, mas pode ir de uma situação em que basta o uti…

Qual a diferença entre Bounce Rate e Exit Rate?

Imagem
Nos mapas do Google Analytics, é comum encontrar junto à visitação de cada página o Bounce Rate e o Exit Rate, mas existem muitas dúvidas relativamente a cada uma delas. Como este é um indicador importante em Marketing Digital, nomeadamente quando se analisa a interação com uma Landing Page, explico de seguida o que cada uma nos diz:
Exit Rate Neste caso são contabilizadas as visitas que abandonam o site nesta página, vindas de outras páginas do mesmo site, ou seja, quando um utilizador visita a página “xyz”, depois a página “xuf”, saindo aí, é contabilizada uma saída na página “xuf”.
Bounce Rate Um bounce é uma visita que começa e acaba na mesma página, ou seja, um visitante que chega à página XPTO no site e de imediato abandona o site sem consultar outra página.

Se em 10 visitas à página “xpto”, 5 delas começam e acabam nessa página, essa página tem um Bounce Rate de 50% (5/10).
Estratégias para o usar a informação do Bounce Rate e Exit Rate Apesar de cada caso ter que ser visto indi…

Responsive, sim ou não?

Imagem
Hoje em dia, na minha opinião, todos os sites devem ser Responsive.

Com o número cada vez maior de pessoas a acederem à internet através de dispositivos móveis, parece-me pouco razoável as empresas não terem o cuidado te ter o site otimizado para esses acessos, principalmente porque não estamos a falar de minorias, hoje em dia as pessoas que visitam sites através do telemóvel e tablet já são uma percentagem grande de visitantes, não se tratam de uma minoria que utiliza determinado browser em vias de extinção e para a qual não vale a pena fazer desenvolvimentos extra. Acesso ao teu site através de dispositivos móveis vai ser o mais normal daqui para a frente.

Há uns tempos atrás, a Google avisou os proprietários dos sites que páginas que demorassem muito tempo a serem carregadas seriam penalizadas no seu motor de busca. Desta vez, deram indicação que as páginas que não forem responsive também serão penalizadas, pelo menos nas pesquisas feitas em dispositivos móveis.

Já sabes, se não t…

Página no Facebook ou Site?

Imagem
Há uma dúvida que assola muitas das pessoas que estão a pensar ter uma presença online, que é saber se, nos dias que correm em que as pessoas passam a maior parte do tempo no Facebook, ainda faz sentido para um negócio ou empreendedor ter um site próprio ou uma página no Facebook.

Neste artigo explico os motivos que me levam a crer que, sem sombra de dúvidas, o essencial é ter um site próprio, a página do Facebook é acessória.
Porque preferir o site? Um site é, para qualquer negócio - pequeno ou grande - a casa no mundo digital. Está aberta 24 horas por dia, 365 dias por ano, disponível através de url próprio e é intemporal. Podes alterar o design, mexer na estrutura mas os teus clientes, atuais e futuros, sabem sempre onde estarás, onde está o teu formulário de contacto e o que mais atual tens para propor.

Uma página no Facebook, acaba por ser mais um canal para que as pessoas cheguem ao teu site e deve ser sempre vista como tal. O Facebook tem como objetivo principal, ainda que não…